Cinema Palatino: o animatógrafo chega a Santo Amaro


Depois da viagem à Alcântara, assento arraiais  na zona de Santo Amaro, onde outrora existiu uma sala de cinema na Rua Filinto Elísio.
Este espaço denominado de Cinema Palatino surgiu em 1931, sob a alçada do Arqtº Perfeito de Magalhães que seguiu de perto a sua edificação, contando com a colaboração do prestigiado arquitecto Raul Lino que, com o seu bom gosto, seria responsável pelas belas e sóbrias decorações (com reminiscências teatrais) que a nova sala ostentava e que contribuíam para o ambiente agradável e confortável que a mesma apresentava, quer no balcão como na plateia. Era um espaço concebido para acolher espectáculos de teatro e cinema.




Esta sala foi inaugurada em pleno período do fonocinema, possuindo excelentes condições acústicas que acentuavam mais o espectáculo sonoro que ali era exibido. Era um espaço amplo, com uma lotação de 900 lugares (o que era invulgar para um cinema de bairro) e explorado pela Sociedade Geral de Cinemas, com a gerência de Jaime da Cunha Rosa. Este cinema fechou as portas em 1974, tendo sido posteriormente demolido. 
Actualmente no seu lugar encontra-se um prédio de habitação.





Fonte:
ACCIAIUOLI, Margarida, Os Cinemas de Lisboa – Um fenómeno urbano do século XX, Lisboa, Editorial Bizâncio, 2012
RIBEIRO, M. Félix, Os mais antigos cinemas de Lisboa, 1896-1939, Lisboa, Instituto Português de Cinema/Cinemateca Nacional, 1978

1 comentários:

Anónimo disse...

Excelente publicação. Apenas um reparo: O Palatino ficava na esquina do lado direito da foto,que não está visível na mesma,estando no seu lugar um prédio novo. Abraço. FT

 
Copyright 2009 Cinemas do Paraíso. All rights reserved.
Free WordPress Themes Presented by EZwpthemes.
Bloggerized by Miss Dothy