Cinema de Ermesinde: a sala de chuto improvisada



Hoje vou falar-vos de um cinema que a par de muitos que se encontram em profundo estado de definhamento, ainda não foi planeado nada para salvá-lo de dito e triste fim.


O Cinema de Ermesinde, construido há mais de vinte anos, encontra-se actualmente devoluto e funciona como uma "sala de chuto", que em nada contribue para a sua história.




A nível autárquico também nada se encontra programado para salvar este velho e degradado edificio que poderia ser reutilizado como um equipamento social proveitoso para os ermesindenses. Contudo, o imóvel não é propriedade pública e o seu dono pede uma avultada quantia monetária, o que poderá contribuir para o processo de recuperação se encontrar parado, sem qualquer avanço em vista.

É pena que os portugueses não saibam apreciar e preservar as suas memórias...quer em Lisboa, como no Porto e até em Ermesinde, existem monumentos arquitectónicos cujas memórias deveriam ser respeitadas e não enxovalhadas. Ver um edificio, antigamente no seu esplendor como sala de cinema, servir de "sala de chuto" é, no mínimo, degradante e insultuoso...e mais insultuosa é a atitude de indiferença de quem manda e de quem pode intervir...que simplesmente fecha os olhos perante tal situação, como se fosse algo banal. Não deveria ser...é o estado triste de um país que não faz nada para recuperar as suas memórias...cinematográficas e não só.

De acordo com site "A Voz de Ermesinde", em 2017 foi paga pelo Centro Social de Ermesinde a última prestação do empréstimo bancário a 10 anos, contraído para financiar a aquisição do antigo Cinema de Ermesinde.
Com este pagamento, fica a dívida liquidada e pode ser levantada a hipoteca que foi então constituída como garantia desse empréstimo.
O Centro Social de Ermesinde é uma instituição particular de solidariedade social e, por essa natureza particular que a caracteriza - isto é, por ser uma entidade de direito privado -, presta legalmente contas, em primeiro lugar, aos seus associados quanto aos resultados da respectiva gestão.


Fontes: 
http://www.avozdeermesinde.com/noticia.asp?idEdicao=339&id=10685&idSeccao=3728&Action=noticia
http://postaisdeermesinde.blogspot.com/2009/01/cinema-de-ermisende.html

1 comentários:

Anónimo disse...

O antigo cinema de Ermezinde é propriedade do Dr. Henrique Rodrigues (Presidente-Fundador da instituição "Ermesinde Cidade Aberta" e ex-presidente do Centro Social de Ermesinde). Não é da camara municipal logo esta nada pode fazer para slavaguardar o edificio. A queixa deve de ir inteiramente para o proprietário que nada faz para salvar o património...

 
Copyright 2009 Cinemas do Paraíso. All rights reserved.
Free WordPress Themes Presented by EZwpthemes.
Bloggerized by Miss Dothy