Cinema Trindade: mais um "bingo" portuense


Inicio o ano de 2014 com uma viagem à belíssima cidade do Porto, onde se localiza um cinema que já foi importante para a cidade, mas que, actualmente, vai sobrevivendo como mais um "bingo".
O Cinematógrafo Jardim da Trindade (mais conhecido como Cinema Trindade) deveu a sua construção a Manoel da Silva Neves (dono dos terrenos onde se situa o edifício na Rua Ricardo Jorge) que, juntamente com o Arqt.º Agostinho Ricca Gonçalves e o Arqt.º Benjamim do Carmo, foi responsável pelo projecto de construção.






Este espaço foi inaugurado em 1913, tendo sofrido algumas beneficiações pontuais. Em 1957 sofreu remodelações de maior envergadura, sob a coordenação do Arqt.º Agostinho Ricca Gonçalves e do Arqt.º Benjamim do Carmo.



















O espaço original conseguia acomodar 1191 espectadores, distribuídos por plateia, 1º e 2º balcões, fazendo dele um das maiores salas do país na época. Na década de 1980, seguindo a moda que era praticada noutras salas de cinema e para fazer face à concorrência dos multiplexes do centro comerciais, a sala principal foi cortada em duas. A sala maior ganhou a designação de Cinema Trindade e a outra sala (um estúdio de menores dimensões) ganhou o nome de Salão Jardim Trindade.































Estas salas encerraram actividade em 1989, tendo na década de 1990 sofrido obras do Arqt.º Bento Lousã que lhe atribuíram a dupla função de cinema e salão de jogos.
No entanto devido ao baixo número de espectadores, este cinema acabou por encerrar definitivamente as portas em 2000. 
Em 2008, este cinema ressurgiu das cinzas graças à iniciativa da Associação Cultural Plano B, que trouxe o que melhor se tinha visto no Festival Indie em Lisboa, proporcionando assim um reencontro de cinéfilos com o histórico Cinema Trindade.
Actualmente, este espaço encontra-se de portas abertas como "bingo" pertencente ao Sport Clube Salgueiros, embora no ano passado tenha passado por uma enorme turbulência devido ao despedimento de diversos funcionários. Também funciona como sede do Sport Clube Salgueiros 08.



Fonte: 
http://cinemaaoscopos.blogspot.pt/2012/08/trindade-porto.html
http://balcaovirtual.cm-porto.pt/PT/cultura/patrimoniocultural/patrimonioarquitetonico/atividadesprojetos/jornadas%20europeias%20do%20patrimonio/Documents/Folheto_Santo%20Ildefonso.pdf
http://www.jn.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=937568
http://opsis.fl.ul.pt/Infographic/Index?SmallDescription=cinema%20trindade&pageIndex=2

1 comentários:

Luis Calafate disse...

Na revista "Le Béton Armé (http://lib.ugent.be/lebetonarme/)" de 1913 (avril), numero 179, página 63, encontrei o seguinte registo do Bureau Lisbonne: 57315. - Plancher, escaliers et garde corps, à Porto. - Propriétaire, Cinématographe Trindade. Concessionaires, MM. Moreira de Sa et Malevez.

 
Copyright 2009 Cinemas do Paraíso. All rights reserved.
Free WordPress Themes Presented by EZwpthemes.
Bloggerized by Miss Dothy